Get Adobe Flash player
Banner

Com o objetivo de conhecer os processos da qualidade do Hospital Regional do Vale do Paraíba, administrado também pela rede São Camilo, em Taubaté, profissionais do Hospital Monsenhor Horta realizaram uma visita de benchmarking para conhecer os indicadores da qualidade, gerenciamento de risco, auditorias, protocolos, fluxos, procedimentos, manuais e outros elementos do Hospital que é Acreditado Pleno pela Organização Nacional da Acreditação.

Foram dois dias de visita da gerente da Qualidade, Elaine Lima e gerente de Apoio, Tarcila Muniz, que também conheceram detalhadamente a rotina de alguns setores, como UAN, Manutenção, Bloco Cirúrgico e Recepção. A visita rendeu troca de experiências favoráveis no que se refere à Humanização e Pastoral da Saúde.

O Hospital Monsenhor Horta já dispõe de Núcleo da Qualidade e inicia este ano alguns processos em busca da Acreditação. “A oportunidade de realização de visita de benchmarking entre hospitais da rede camiliana é muito importante, pois enriquece a nossa prática cotidiana e favorece a melhoria contínua dos processos da instituição. Além disso, a troca de experiências e aprendizagens nos dão subsídios na implantação de novos projetos e serviços, garantindo assim resultados cada vez mais satisfatórios”, afirmou Elaine Lima, gerente da Qualidade.

"O benchmarking em Taubaté foi de grande valia. Pude acompanhar alguns processos da área de apoio e trocar experiências com diversos profissionais. Um aprendizado que poderei utilizar no Hospital Monsenhor Horta", concluiu Tarcila Muniz, gerente de Apoio.


O Hospital Monsenhor Horta adquiriu o equipamento de unitarização de dose de medicamentos, o Opus 30X. Unitarização significa embalar e rotular o medicamento evitando erros e personalizando a administração dos medicamentos em pacientes de forma mais segura. O equipamento foi adquirido com recurso financeiro disponibilizado pelo Pro-Hosp (Programa de Fortalecimento e Melhoria da Qualidade dos Hospitais SUS/MG).

O equipamento diferencia a apresentação do medicamento, colocam alertas, informa da hora da administração, estimula as boas práticas, padronização e a comunicação da enfermagem.

“O Opus 30X automatiza o processo de unitarização, que além de tornar o processo sete vezes mais rápido em comparação ao processo manual, permite identificação e introdução de alertas que reduzem eventos adversos na administração de medicamentos, aumentando assim a segurança do paciente”, afirma a farmacêutica Daiane Celly de Guimarães e Silva.


Durante dois dias foi realizado no Hospital Monsenhor Horta treinamento sobre “Acidente Biológico Ocupacional”, caracterizado pelo acidente com agentes fluidos e sangue que podem desencadear doenças infecciosas. São acidentes que devem ser tratados como casos de emergência médica.

A enfermeira da Comissão de Controle de Infecção Hospitalar, CCIH, Heby Mirian, conduziu a palestra para enfermeiros e técnicos de enfermagem. Os acidentes envolvendo material biológico potencialmente contaminados podem trazer repercussões psicossociais ao profissional acidentado,levando a mudança na relações sociais, familiares e de trabalho. "Sabemos que o profissional de enfermagem é diariamente exposto esse risco e é imprescindível que os protocolos de conduta sejam adotados", afirma Heby Mirian.

A prevenção é a principal e mais segura forma de combater esse tipo de acidente. Sendo assim, é fundamental o uso de EPIS, como uma das principais medidas de prevenção durante a execução das atividades, além da conduta adequada diante do acidente com exposição a material biológico. É importante abrir a CAT, Comunidade de Acidente de Trabalho e as primeiras ações médicas no socorro para evitar a contaminação.

Leia mais...

A visita técnica entre hospitais da própria rede camiliana tem a finalidade de troca de experiências para possível implantação de serviços e projetos que apresentem resultados satisfatórios. Uma equipe do Hospital Monsenhor Horta esteve no São Vicente de Paulo para conhecer alguns serviços.

A gerente de enfermagem, Stela Bernardes e a gerente de apoio, Tarcila Muniz, verificaram de perto o processo de Leitos de retaguarda / referência e contra-referência entre município e hospital.

Sanley Santiago, Enfermeira do Bloco Cirúrgico do HMH acompanhou a rotina do setor no HSVP verificando fluxos e rotinas e Eloísio Cota, Enfermeiro da Qualidade e Coordenador do Núcleo de Segurança do Paciente, ministrou uma palestra à equipe multidisciplinar do Hospital de Itabirito, dando ênfase ao processo de implantação, funcionamento e objetivos do Núcleo. Estiveram presentes diversas especialidades, dentre, nutricionista, farmacêutica e enfermeiros.

A visita nos permite alinhar dinâmica e fluxos,  ações que compreendem gestores hospitalares com programa do estado, através de troca de experiências de cada Instituição, em prol de melhorias na assistência”, afirma Stela Bernardes, Gerente de Enfermagem.

Leia mais...

Nos dias 05 e 06 de setembro de 2015, aconteceu o XXXIV Congresso Brasileiro de Humanização e Saúde no Centro Universitário São Camilo, na cidade de São Paulo. O evento é realizado anualmente pelo Instituto Camiliano de Pastoral da Saúde-ICAPS coordenado por Pe. Anísio Baldessin e este ano teve como tema para reflexão: “Que modelo de Pastoral e Assistência Espiritual necessita o mundo moderno?”.

Os Hospitais Camilianos marcaram presença, como das cidades de Aimorés por meio das colaboradoras Nadir Lourenço e Natália, cidade de Resplendor pela colaboradora Lucimar Mozzer Felipe, Itabirito por meio das colaboradoras Patrícia Braga e Elaine Mateus, da cidade de Mariana pelas colaboradoras Aparecida Custodio e Ana Claudia Firmino, pela cidade de Formosa pelas colaboradoras Janaína Miranda e Maria da Guia Ramos última foto), da cidade de Itu pela colaboradora Teresinha Bichara e pelos Hospitais de Taubaté, sendo Universitário e Regional do Vale do Paraíba, as representantes Maria do Carmo Andreucci (Pastoral da Saúde), Marcia Nascimento (Humanização HR) e Elaine Fagundes (Humanização HU).

As palestras abordaram temas relevantes que agregaram conhecimentos aos participantes, formando diferentes possibilidades de reflexão nas ações que englobam a Pastoral da Saúde. Entre os temas estavam: Assistência aos pacientes e familiares, pastoral da saúde, Teoria da Formação do Estado, Capelania, Utilização de Mídias Sociais, entre outras. Nos intervalos a animação ficou por conta do Pe. Léllis.

 

Leia mais...

Mais Artigos...